O que integra o indivíduo à sociedade e ao grupo social em que vive é o patrimônio cultural que ele recebe. Essa transmissão começa no momento em que ele nasce (e até mesmo antes, quando ele se encontra ainda no útero materno e recebe estímulos de diversas procedências do meio social). O veículo pelo qual ela é realizada nesse momento inicial da vida é a família. Depois, toda a sociedade interage com ele. Em todos esses momentos, o indivíduo está assimilando valores e regras por meio da educação.

Educação e sociedade
  1. Objetivos da educação
  2. O processo educativo
  3. A escola

Assim, são objetivos da educação: a transmissão da cultura, a adaptação dos indivíduos à sociedade, o desenvolvimento de suas potencialidades e, como consequência, o desenvolvimento da personalidade e da própria sociedade.

A criança, ao aprender as regras de comportamento do grupo em que nasceu, inicia seu processo de socialização. Isso acontece desde aprende a dar os primeiros passos, a falar as primeiras palavras, de forma a poder se comunicar com os outros seres humanos. A partir desses contatos primários, ele assimila uma série de informações básicas para a convivência humana.

À medida que cresce, seu processo educativo vai adquirindo complexidade. É um processo permanente, que nunca termina, pois vai acompanhá-la durante toda a vida. Em uma palavra, ela estará sempre aprendendo novas coisas: informações, valores, formas de comportamento.

Entretanto, a educação não é um processo de aprendizagem passivo. Enquanto aprende, a criança reage com atitudes e formas de agir, sentir e pensar que exercem influência no próprio processo educativo. Além disso, a educação permite que a criança, ao crescer, também possa interferir no meio social em que vive, ajudando a incorporar inovações e até a modificar padrões culturais estabelecidos – ou seja, contribuindo para transformar a sua própria realidade.

COMPARTILHE