Auguste Comte (1798-1857).
Auguste Comte (1798-1857).

Isidore Auguste Comte Marie François Xavier Comte, filósofo e matemático francês,nasceu em Montpellier em 19 de janeiro em 1798. Fez seus primeiros estudos no Liceu de Montpellier e ingressou depois na Escola Politécnica de Paris. Entre 1830 e 1842, publicou sua primeira grande obra, na qual expõe os princípios fundamentais de sua filosofia e de sua teoria da História: Curso de Filosofia Positiva. A partir de então, sua doutrina passou a ser conhecida como positivismo.

Grandes mestres das Ciências Sociais
  1. Jean-Jacques Rousseau
  2. Auguste Comte
  3. Karl Marx
  4. Dávid Émile Durkheim
  5. Max Weber
  6. Bronislaw Kasper Malinowski
  7. Karl Mannheim
  8. Charles Wright Mills
  9. Claude Lévi-Strauss
  10. Gilberto Freyre
  11. Florestan Fernandes
  12. Alain Touraine

Comte afirmava que a sociedade funciona como um organismo, no qual cada parte tem uma função específica, contribuindo para o funcionamento do todo. Segundo ele, ao longo da História a sociedade teria passado por três grandes fases: a teológica, a metafísica e a positiva(ou científica). Na primeira, as pessoas recorriam à vontade dos deuses para explicar os fenômenos naturais; na segunda, utilizavam conceitos mais abstratos, como “natureza”; na terceira, que corresponderia à sociedade industrial, o conhecimento se baseia na descoberta das leis objetivas que determinam os fenômenos.

Comte foi o criador da expressão sociologia para designar a ciência que deveria estudar a sociedade. Sua doutrina, o positivismo, exerceu forte influência sobre a oficialidade do Exército brasileiro nas últimas décadas do século XIX. Por isso, um dos lemas positivistas,“Ordem e progresso”, figura na bandeira do Brasil.

Suas principais obras são: Curso de Filosofia Positiva (1830-1842) e Sistema de Política Positiva (1851-1854).

Morreu em Paris a 5 setembro de 1857.

Principais obras

  • Opúsculos de Filosofia Social (1816-1828) (republicados em conjunto, em 1854, como apêndice ao volume IV do Sistema de política positiva)
  • Curso de filosofia positiva, em 6 volumes (1830-1842) (em 1848 foi renomeado para Sistema de filosofia positiva)
  • Discurso sobre o espírito positivo (1848)
  • Discurso sobre o conjunto do Positivismo (1851) (Introdução geral ao Sistema de política positiva)
  • Sistema de política positiva, em 4 volumes (1851-1854)
  • Catecismo positivista (1852)
  • Apelo aos conservadores (1855)
  • Síntese subjetiva (1856)
  • Correspondência, em 8 volumes (1816-1857)
COMPARTILHE

Faça seu comentário