Entre os séculos XI e XIII, o cenário social, econômico e político característico do feudalismo passou a sofrer transformações dentro e fora dos meios feudais. Algumas dessas transformações foram:

A Idade Média
  • O aparecimento das feiras, que desenvolveram o comércio e um novo tipo social, o mercador;
  • O surgimento do dinheiro em circulação dentro ou fora dos meios senhoriais;
  • O renascimento das cidades;
  • A possibilidade de se exercer novas atividades, ligadas ao comércio;
  • O êxodo rural;
  • O surgimento de organizações comerciais e artesanais: as corporações de ofício;
  • O enfraquecimento do poder dos senhores feudais;
  • O nascimento de uma nova camada social: a burguesia;
  • A liberação das cidades do domínio feudal por meio de guerras contra os senhores, auxílio de reis ou compra da liberdade;
  • O surgimento de bancos e das hansas (sociedades de auxílio mútuo, mercantis ou religiosas);
  • O aprimoramento de técnicas agrícolas, tais como: a charrua, o peitoral, a ferradura e o moinho d’água.

Vale a pena destacar que as cidades medievais surgiram no cruzamento de rotas comerciais, nas regiões junto às feiras ou junto aos mosteiros, castelos ou catedrais. Inicialmente eram núcleos urbanos fortificados por altas muralhas, chamados burgos. Esses núcleos eram centros comerciais onde seus habitantes, os burgueses, gozavam de maior segurança e liberdade em relação à dominação feudal. Os burgueses eram comerciantes, artesãos ou banqueiros que aos poucos foram adquirindo mais direitos e tornaram as cidades medievais livres da autoridade dos senhores feudais. Ao tornarem-se independentes, passavam a ter um governo próprio e suas próprias leis. Eram chamadas de comunas. Algumas cidades italianas tornaram-se famosas na época, como Gênova, Veneza e Florença.

Desenho italiano, representando cidade medieval.
Desenho italiano, representando cidade medieval.

Tantas mudanças nos séculos finais do período medieval assinalaram o surgimento de um novo sistema econômico que aos poucos colaborou para a desintegração do feudalismo: era o sistema capitalista, baseado inicialmente no comércio, na acumulação de capital e seu investimento, no lucro e no trabalho assalariado.

COMPARTILHE