Chamou-se de mercantilismo o conjunto de medidas econômicas e políticas que os reis absolutistas tomaram para aumentar os seus poderes e garantir a prosperidade dos países que governavam.

A Idade Moderna

As primeiras características do mercantilismo eram:

  • A intervenção do Estado na economia – o governo controlava todas as atividades econômicas, principalmente as comerciais empreendidas pela burguesia;
  • O metalismo – o progresso e a riqueza de um país dependiam da quantidade de metais preciosos (ouro e prata) que possuísse;
  • A balança comercial favorável – o país deveria exportar mais do que importar;
  • A exploração de colônias – as metrópoles se enriqueceriam cada vez mais de acordo com a quantidade de produtos que extraíssem de suas colônias, fossem metais precisos ou produtos tropicais;
  • O protecionismo – para manter a balança de comércio favorável, o governo devia proteger a produção nacional e evitar a importação de produtos concorrentes.
Iluminura do século XIV, representando mercadores.
Iluminura do século XIV, representando mercadores.

Na Idade Moderna a política mercantilista funcionou em sintonia com o absolutismo monárquico em muitas nações europeias e foi condição histórica para a montagem do sistema de exploração colonial, na América Latina e em partes da Ásia e da África.

COMPARTILHE

Faça seu comentário