Após o descobrimento do Brasil em 1500, os franceses, argumentando a invalidade do Tratado de Tordesilhas, assinado em 1494 entre Portugal e Espanha, passaram a defender o direito à posse da terra por quem a ocupasse. Dessa forma, o governo da França apoiou a vinda de corsários e piratas à costa brasileira e por duas vezes efetivou invasões e fixações territoriais.

Além da ambição por conquistas territoriais, outros fatores explicam as tentativas francesas de ocuparem terras brasileiras: a busca do pau-brasil, dado o sucesso da exploração portuguesa sobre aquela madeira bem vendida na Europa, e a intenção de proteger os fiéis protestantes calvinistas, perseguidos por guerras religiosas na Europa.

A primeira invasão ocorreu em 1555, na Ilha de Sergipe (atual Villegaignon) na Baía de Guanabara, Rio de Janeiro. Essa primeira colônia francesa no Brasil, chamou-se França Antártica. Foram expulsos por duas vezes dessa região após cerca de dez anos, apesar de terem recebido apoio dos índios.

Mapa onde se encontra indicada a França Antártica.
Mapa onde se encontra indicada a França Antártica.

A segunda invasão ocorreu em 1594, sendo fundada a segunda colônia francesa no Brasil, localizada no Maranhão, com o nome de França Equinocial. Foram expulsos daí por forças portuguesas em 1615.

COMPARTILHE