Solo é a camada superficial da crosta terrestre resultante da decomposição das rochas e que possui vida microbiana.

O solo pode ser de vários tipos, determinando assim várias características de meio ambiente, como a vegetação.
O solo pode ser de vários tipos, determinando assim várias características de meio ambiente, como a vegetação.

Intemperismo é o conjunto de ações físicas (ou mecânicas), químicas e biológicas que causam a desintegração e a decomposição das rochas. O resultado final do intemperismo é a formação do solo.

Relevo é o nome que se dá às desigualdades de formas existentes na superfície da Terra.

Montanhas constituem as maiores elevações da superfície da Terra. Quando as montanhas se colocam umas em seguida às outras, são chamadas de cordilheira. Existem grandes cordilheiras no mundo: Cordilheira dos Andes (América do Sul), do Himalaia (Ásia), dos Alpes (Europa), Montanhas Rochosas (Estados Unidos e Canadá) e outras.

Vista das rochosas, no Canadá, exemplo de cadeia de montanhas.
Vista das rochosas, no Canadá, exemplo de cadeia de montanhas.

Planaltos são superfícies elevadas, mais ou menos planas e delimitadas por escarpas (rampas), onde o desgaste ou erosão é maior que a deposição de materiais ou detritos.

Planícies são também superfícies mais ou menos planas, onde a deposição de materiais ou detritos é maior que o desgaste ou erosão.

Exemplo de planície: deserto do Colorado, EUA.
Exemplo de planície: deserto do Colorado, EUA.

Qual a origem desses materiais que são depositados nas planícies?

São originários da erosão sobre os planaltos e montanhas realizada pelos ventos, pelas águas (chuvas, rios, mares, lagos e geleiras) e pelo próprio homem.

Há vários tipos de planícies:

  • Planícies marítimas ou costeiras: como o próprio nome diz, estão situadas na costa, no litoral.
  • Planícies continentais: são aquelas situadas no interior dos continentes.
  • Depressões: são áreas do relevo situadas abaixo do nível do mar ou abaixo do nível das terras que lhes estão próximas.

Assim, a depressão pode ser:

  • Absoluta: quando está abaixo do nível do mar. É o caso da depressão do Mar Morto, na Ásia, a 392 metros abaixo do nível do mar, e do Mar Cáspio, divisa entre Europa e Ásia, a 28 metros abaixo do nível do mar;
  • Relativa: quando está abaixo do nível das terras que lhe estão próximas. Um exemplo de depressão relativa é a Depressão Periférica Paulista.
COMPARTILHE

Faça seu comentário